segunda-feira, 8 de abril de 2013


União dos Escoteiros do Brasil
Região do Rio Grande do Sul
105º Grupo de Escoteiros Bororós
Edital de Convocação
O presidente do 105º Grupo de Escoteiros Bororós, no uso das atribuições que lhe confere os Estatutos Sociais, convoca os integrantes da diretoria, escotistas, pais e demais associados, para a Assembleia Geral Ordinária. A assembleia será realizada no dia 12 de abril, às 18 horas, na sede social da entidade, localizada no número 990 da Rua Max Padaratz, Bairro Industrial, na cidade de Getúlio Vargas.
Ordem do dia:
- Apresentação do relatório da executiva e aprovação do balanço referente ao exercício 2012.
- Eleição da nova diretoria da entidade para o triênio 2013 – 2016;
- Assuntos de interesse da entidade.
Getúlio Vargas RS, 02 de abril de 2013.
Darcy Vicente Juppen
Presidente

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Filatelia - Algumas peças comemorativas do centenário do Movimento Escoteiro

CENT. ESCOTISMO - GROENLÂNDIA/2007

CENT. ESCOTISMO - IRLANDA

BLOCO S.EUROPA/CENT. ESCOTISMO - PORTUGAL

SÉRIE EUROPA-CENT. ESCOTISMO - FAROÉ/2007 

terça-feira, 28 de agosto de 2012

Imprensa - Escotismo é destaque em suplemento do jornal Folha de S. Paulo


FOLHATEEN
Sempre Alertas
Mais numerosos do que nunca, escoteiros se adaptam aos novos tempos e recusam o rótulo de caretasMILLOS KAISER
COLABORAÇÃO PARA A FOLHA


Recentemente, a atriz Adriana Birolli ficou em terceiro lugar no reality "Super Chef", do "Mais Você" (Globo). "Aprendi a cozinhar quando fui escoteira", diz.
Nos acampamentos do grupo Santa Mônica, ela também encenou seus primeiros esquetes e arranjou o primeiro namorado. Ué, mas pode namorar em acampamento?
"A paquera rolava solta, mas lá não podíamos fazer nada. A gente esperava e resolvia fora dali", lembra.
"Não pode nem ficar de mão dada!", reforça Anauara Anic, 16, do grupo São José de Vila Formosa, em São Paulo. "Tem horário para voltar para a barraca, e menino dorme separado de menina."
Ou seja, "ficar" só escondido. "E, se descobrirem, você pode ser afastado por um tempo", esclarece a jovem.
"Como em todo lugar, no escotismo também há regras. É um ambiente, acima de tudo, educacional", explica Rafael de Macedo, vice-presidente da UEB (União dos Escoteiros do Brasil).
CARETAS, NÃO!
No país, até 1990, acampamentos mistos eram proibidos. "Tem quem ache que somos tradicionalistas, mas temos os olhos voltados para o futuro", defende Macedo.
O movimento brasileiro reformulou sua logomarca, os manuais de conduta e os uniformes. Seus representantes passaram até a dar palestra em empresas sobre trabalho em grupo e liderança.
Desde 2008, ele vem crescendo cerca de 20% ao ano no Brasil. Atualmente, são cerca de 90 mil escoteiros inscritos na UEB -no mundo, são 32 milhões.
A maior concentração é nos EUA. Lá, em julho passado, um jovem de 19 anos foi expulso da Boy Scouts of America (união escoteira do país). O motivo: ser gay.
A entidade alegou que é livre para escolher seus valores. A Suprema Corte dos EUA legitimou a decisão.
O combate ao preconceito, porém, faz parte inclusive da Lei do Escoteiro (dez regras principais que regem o grupo). "No Brasil, isso não ocorre. Conheço diversos homossexuais no movimento", conta Rafael de Macedo.
O escotismo aqui surgiu em 1909, dois anos após sua invenção por Robert Baden-Powell, tenente-general do Exército britânico.
O movimento tem caráter educacional, buscando desenvolver valores, como respeito e fraternidade e o amor à natureza.
Barack Obama, Paul McCartney e Bill Gates foram escoteiros. Sabrina Sato, Regina Casé, Fernando Henrique Cardoso e Roberto Marinho (1904-2003), também.
Hoje, os membros brasileiros pagam cerca de R$ 100 ao ano para manter a UEB funcionando -membros carentes são isentos da taxa. A organização recebe também a ajuda de pais, empresas privadas e igrejas.
Os encontros acontecem geralmente aos sábados, entre 14h e 18h. As atividades incluem criação de animais, aulas de primeiros socorros, sobrevivência na floresta, debates, boas ações... E há ainda os acampamentos.
Há registro de escoteiros com até 90 anos. "Quero ser escoteira até o fim da vida", diz Anauara Anic.
VOCÊ SABIA?
O pai do violonista brasileiro Baden Powell era fã do criador do escotismo e batizou seu filho em homenagem a ele
INTERESSOU?
No site da UEB, há uma lista com todos os grupos escoteiros do Brasil. Acesse www.escoteiros.org ou ligue para

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Escotismo Mundial presta homenagem a Neil Armstrong





Foi com muita tristeza que Escotismo Mundial tomou conhecimento do falecimento de Neil Armstrong, considerado um mais célebres "Eagle Scouts" dos Estados Unidos. Neil Armstrong será sempre lembrado por seu papel como comandante da tripulação da bem sucedida missão Apollo XI, que pousou na lua em 1969, e o primeiro homem a pisar na sua superfície.

Entre os itens preciosos que Neil Armstrong levou com ele para a lua estava um emblema da Organização Mundial do Movimento Escoteiro, sobre a qual uma citação em papel timbrado da NASA e pessoalmente assinada diz: "Certifico que este emblema do Escotismo Mundial foi usado na lua, quando o homem andou pela primeira vez, em 20 de julho de 1969, na missão Apolo XI."

Em homenagem a um de seus heróis, Luc Panissod, Secretário-Geral da Organização Mundial do Movimento Escoteiro, disse: "Eu passo diante da recordação desta missão singular em meu escritório todos os dias. Isso reforça minha convicção de que o verdadeira sucesso é resultado do esforço de equipe. Como se poderia esperar de um escoteiro, Neil Armstrong foi sempre modesto sobre seu papel de como comandante desta missão, reconhecendo as dezenas de pessoas que contribuíram de várias maneiras para fazer isso acontecer. Ele sempre será uma inspiração para nós mesmos e futuras gerações de escoteiros em todo o mundo."
Fonte: UEB


Maragatos realiza o XII Festival Cultural Escoteiro



A XII edição do Festival Cultural Escoteiro, realizado durante o último sábado (25), em Passo Fundo contou com a participação de oito grupos de escoteiros da Região Alto Uruguai e Planalto Médio dos Estados do Rio Grande do Sul (RS) e Santa Catarina (SC). O evento é realizado pelos grupos desde 1997 e neste ano foi organizado pelo maior grupo de escoteiros da cidade, o Maragatos, que conta hoje com 115 integrantes. A competição, que aconteceu no auditório do Colégio Notre Dame, reuniu cerca de 370 pessoas nas quatro categorias do escotismo: lobinhos, escoteiros, seniores e pioneiros, além da presença dos chefes e familiares.
Conforme um dos coordenadores do Festival, Kleber Augusto Martins, do Grupo de Escoteiros Maragatos, o objetivo é promover a cultura dentro do movimento escoteiro, seja através de composições próprias, paródias de musicas conhecidas ou mesmo músicas tradicionais do escotismo. “Todas as letras das músicas são adaptadas ao tema do escotismo, tanto a inédita como a paródia. Todo mundo se envolve, seja na criação da letra ou na escolha do arranjo. Alguns começam com os ensaios seis meses antes do festival”, esclareceu.
Foram 34 canções e paródias escoteiras inscritas em quatro categorias e cada grupo apresentou duas músicas. “O nosso Festival é um dos momentos onde estas crianças e jovens demonstram o que aprendem dentro do movimento, que é formar cidadãos responsáveis, líderes, preocupados com o bem comum e o meio ambiente”, destacou.

A XII edição do Festival Cultural Escoteiro, realizado durante o último sábado (25), em Passo Fundo contou com a participação de oito grupos de escoteiros da Região Alto Uruguai e Planalto Médio dos Estados do Rio Grande do Sul (RS) e Santa Catarina (SC). O evento é realizado pelos grupos desde 1997 e neste ano foi organizado pelo maior grupo de escoteiros da cidade, o Maragatos, que conta hoje com 115 integrantes. A competição, que aconteceu no auditório do Colégio Notre Dame, reuniu cerca de 370 pessoas nas quatro categorias do escotismo: lobinhos, escoteiros, seniores e pioneiros, além da presença dos chefes e familiares. Conforme um dos coordenadores do Festival, Kleber Augusto Martins, do Grupo de Escoteiros Maragatos, o objetivo é promover a cultura dentro do movimento escoteiro, seja através de composições próprias, paródias de musicas conhecidas ou mesmo músicas tradicionais do escotismo. “Todas as letras das músicas são adaptadas ao tema do escotismo, tanto a inédita como a paródia. Todo mundo se envolve, seja na criação da letra ou na escolha do arranjo. Alguns começam com os ensaios seis meses antes do festival”, esclareceu.Foram 34 canções e paródias escoteiras inscritas em quatro categorias e cada grupo apresentou duas músicas. “O nosso Festival é um dos momentos onde estas crianças e jovens demonstram o que aprendem dentro do movimento, que é formar cidadãos responsáveis, líderes, preocupados com o bem comum e o meio ambiente”, destacou.

Confira os vencedores
Categoria Lobinho
1º lugar canção inédita - Grupo Maragatos (PF)
1º lugar paródia - Grupo Maragatos (PF)
Categoria Escoteiro
1º lugar canção inédita – Grupo Maragatos (PF)
1º lugar paródia – Grupo Tupinambás (Erechim)
Categoria Sênior
1º lugar canção inédita – Grupo Guamirim (Fontoura Xavier)
1º lugar paródia – Grupo Guamirim (Fontoura Xavier)
Categoria Pioneiro
1º lugar canção inédita – Grupo Guaranis (PF)
1º lugar paródia – Grupo Guaranis (PF)
Texto e foto: Daniela Wiethölter Lopes/O Nacional

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Partiu para o eterno acampamento o jovem Mateus Marcon


Numa atividade realizada com a Alcatéia no CTG Getúlio Vargas.
Os irmãos Sabrina e Mateus com numa atividade de sede.

Com pesar registramos o falecimento de Mateus Marcon, 23 anos. Estudante de Agronomia ele se envolveu num acidade de trânsito no Km 237 da BR 153, próximo a Jaraguá (GO) no final da manhã de quinta-feira (29/12).
Mateus residia há alguns anos na cidade de Formosa com os pais Martinho e Marinês, e as irmãs Sabrina e Isabela.
A família integrou ao 105/RS G. E. Bororós. Mateus e a irmã Sabrina fizeram parte da Alcatéia de Lobinhos da qual a mãe era Akelá, e posteriormente a Tropa Escoteira.
Os vínculos criados pelo casal e filhos com os integrantes do 105/RS permanecem.
O sempre sorridente Mateus voltou a ponto de partida e deixa a nós todos um vazio, e também muito boas lembranças.
"Porque perder a esperança, de nos tornar a ver...
Porque perder a esperança, se há tanto querer...
Não é mais que um até logo....
Não é mais que um breve adeus...
Bem cedo junto ao fogo...
Tornaremos a nos ver...
Pois o Senhor que nos proteje...
E nos vai abençoar...
Um dia certamente...
Vai de novo nos juntar...

quarta-feira, 20 de julho de 2011

XI FESTIVAL CULTURAL ESCOTEIRO - Edição 2011 será realizada na cidade de Passo Fundo

A 11ª Edição do Festival Cultural Escoteiro vai reunir no dia 27 de agosto integrantes de Grupos Escoteiros de toda a região. O evento deste ano está sendo organizado pelo Grupo Escoteiro Guaranis, da cidade de Passo Fundo.
O tradicional encontro de Lobinhos, Escoteiros, Seniores, Pioneiros e Escotistas integra o calendário oficial e é referência no RS. Com o objetivo de incentivar os talentos na composição de canções com temáticas ligadas ao cotidiano do Movimento Escoteiro, o festiva também proporciona a integração dos jovens e adultos. No ano de 2010 o festival foi realizado na cidade de Tapejara.
A Alcatéia do 105º/RS - Grupo de Escoteiros Bororós -, que realizou a 4ª e à 9ª edição do Festival Cultural, vai marcar presença.

As inscrições podem ser realizadas até o dia 25 de julho e será realizado no Centro de Eventos do Colégio Notre Dame.
Maiores informações: http://www.geguaranis.org.br/indexFestival2011.htm